Fazia tanto tempo que não traduzia um capítulo que eu não lembrava os termos que eu usava pra nomes/magias/títulos etc. haha
Acho que a partir de agora da pra manter um bom ritmo nos posts se não houverem imprevistos.  😉

Então é isso. Boa leitura.

Traduzido de Yoraikun

Capítulo 20: As restrições da Magia das Palavras

Hiiro olha pro Javali Vermelho mais uma vez.

Pra lutar com um monstro de rank S, normalmente você tem que ser um aventureiro de rank S ou superior. Caso contrario o nível de perigo seria muito alto. Entretanto vendo ser primeiro monstro de rank S apenas fez com que Hiiro se interessasse mais.

“Oji-san, que rank você é?”
“Eu? Eu sou C, rank C.”
“Hm, seu rank é bem alto.”
“E você?”
“Eu acho que era E… não, eu me tornei D.”

Da ultima vez que ele checou seu Cartão da Guilda, ele tinha mostrado Rank D. Parece que lutar contra monstros melhora o rank dele naturalmente.

“C e D… Não parece que nós temos chances de derrotar um rank S.”
“É isso mesmo?”

Diferentemente de Arnold, Hiiro não está nem mesmo nervoso. Entretanto ele continua a sentir hostilidade emanando do Javali.

“N- Nós vamos ter que correr. Nós temos a Muir aqui com a gente.”
“Por que nós devemos fazer isso? Nós podemos apenas derrota-lo.”
“Não peça pelo impossível. Rank S é mais forte do que você pen-”

Antes de Arnold terminar sua sentença, o Javali Vermelho começa a investida. É mais rápido que qualquer outro monstro que eles tenham visto antes. Em um instante Hiiro da um chute no peito de Arnold, chutando ele pra fora da trajetória do Javali.

“Ow! Droga! É rápido de mais!”

Arnold está reclamando, mas Hiiro é o oposto.

(Incrível. Então isso é um Rank S…)

O Javali Vermelho assumiu uma postura de combate. É uma aura bem formidável. Além disso, depois deles terem evitado a investida, o javali estava em rota de colisão com uma grande árvore; o que quebrou foi a árvore. O Javali Vermelho escapou sem ferimento algum.

(Sua pele e presas parecem ser bem duros. Se eu recebesse aquela investida diretamente, meu HP cairia pra 0)

Se isso fosse um jogo, ele poderia se capaz de aguentar, mas na vida real uma pancada daquelas poderia causar morte instantânea. Hiiro franze a sobrancelha imaginando qual caso se aplicaria nesse mundo. Qualquer que seja o caso, ele gostaria de evitar dor.

“O-Oy, Fuja Hiiro! Muir, você também!”

Muir está tremendo de medo, espiando de um esconderijo atrás de algumas árvores.
O Javali Vermelho nos encara novamente.

“Certo, eu vou matar aquela coisa.”
“N-Não seja estúpido! Não tem como você derrotar aquilo!”
“Quieto. Pra mim, não existe o impossível.”
“Pelo amor de-! De onde vem essa confiança?! Olha, está vindo de novo!”

Arnold o evita pulando, mas Hiiro nem mesmo se move.

“I-Idiota! Desvie!”

O chão começa a tremer, e espinhos como de cacto emergem do chão impalando o Javali Vermelho… ou não.

“Quê?!”

Os espinhos quebram ao fazer contato com a pele do Javali. E a investida nem mesmo fica mais lenta.

“Droga.”

Hiiro de algum jeito desviou se jogando no chão, contudo ele está bravo por seu ataque não ter tido qualquer efeito. Sua esquiva estava um segundo atrasada, e sua mão esquerda entrou em contato com o Javali Vermelho. O pequeno impacto gira todo o corpo dele, e o joga no chão.

“Gu-!?”

Seu corpo é tomado por uma dor intensa.

“Hiro!”

Arnold o chama, mas Hiiro não tem tempo pra responder. ignorando a dor, ele imediatamente fica em pé.
Contudo ele dá uma cambaleada.

“Esse maldito… Você fez mesmo um estrago.”

Ele encara o Javali.

(Perfeito, tem uma palavra que eu estava querendo testar. Eu vou usar nesse.)

Hiiro concentra magia em seu dedo e começa a escrever a palavra. Por algum motivo é difícil se mover, está demorando um bom tempo pra escrever.  Nesse período de tempo, o Javali já começou seu próximo ataque. Ele desprende suas presas e as manda direto nele.

(Ele pode até fazer isso?)

Hiiro consegue se esquivar das presas, mas o Javali mais uma vez começa a correr em sua direção. Não esta lhe dando chance de escrever nada.

De repente, Arnold lança seu corpo contra o lado do javali. O Javali consegue evitar a queda, mas como consequência sua investida é interrompida.

“O que acha disso? Você viu? Esse é meu-”

Os olhos do Javali Vermelho brilham numa cor perigosa enquanto ele encara Arnold enfurecido.

“Ah, hm, isso é…”

Enquanto Arnold confronta o monstro, Hiiro se apressa pra escrever a palavra.

(Droga! Movam-se, dedos!)

Mas seus dedos estão tremendo e ele não consegue escrever direito. Isso apenas o deixa mais irritado, enquanto ele está fazendo isso o Javali ataca Arnold.

“Uhyaa!”

Ele o evita dando um grande salto pro lado. Mas então presas voadoras vêm atrás dele. Ele usa sua grande espada para se proteger deles, mas o impacto por si só o manda voando.

“Guha!… C-Como eu pensei. É muito for….”

Arnold tem uma expressão de dor em seu rosto, enquanto ele encara seu inimigo que ainda não tomou um único ponto de dano.

(Só um pouco… Só um pouco mais e…. está feito!)

Ele termina sua palavra, e agora tudo que ele precisa fazer é acertar o javali com ela. Mas a distancia até o Javali Vermelho é muito grande. Dessa distancia, há uma grande chance de errar.

“Oji-san!”
“O-O que é?! Você finalmente decidiu correr?”
“Você está no caminho, saia.”
“Quê!?”

Hiiro precisava que o Javali Vermelho o focasse sozinho, Arnold estar ali era um obstáculo.

“O que você está dizendo?!”
“Não se preocupe, apenas vá se esconder com a nanica. Eu faço o resto.”
“… Como se eu pudesse- Owaah!”

As presas do Javali Vermelho vêm em sua direção de novo e ele salta para evita-las. Arnold olha pra cara do Hiiro, vendo sua determinação. Pensando que ele tinha algum tipo de plano, Arnold segue as palavras do Hiiro e escapa.

“Agora venha, seu maldito imprudente. Venha direto pra mim.”

E assim que ele ouviu as palavras de provocação de Hiiro, o Javali Vermelho o encara com uma espressão brava e começa a chutar o chão. Com o ultimo chute, ele começa a correr em direção ao Hiiro com uma velocidade incrível.

Hiiro aponta seu dedo pra ele, e faz um gesto como se estivesse puxando um gatilho de uma arma.

(Toma isso!)

O Javali parece assustado por um segundo enquanto a palavra voa em sua direção, mas ele mantêm a confiança em sua investida e não tenta desviar. Como resultado, a palavra acerta o Javali, e…

*Whomp!*

Como se o poder tivesse sido drenado de seu corpo, o  Javali Vermelho cai no chão. A força cinética de usa investida faz com que ele deslize no chão por uma distancia.

(Bom, funcionou.)

Vendo a situação, Arnold e Muir que estavam se escondendo se aproximam do Hiiro.

“O-Oy, Hiiro. O que diabos você fez?”
“Ah? Eu o coloquei pra dormir.”
“Dormir?! C- Como Você… ah, sua magia overpower.”
“Sim.”

Arnold nota algo estranho. Normalmente, Hiiro tomaria uma atitude arrogante aqui, mas parece que a cabeça dele está em outro lugar.

Hiiro olha de volta pro Javali adormecido.

(Eu o coloquei pra dormir. Isso é bom. Mas eu demorei muito pra fazer isso.)

Diferente do normal, demorou por volta de uns 30 segundos pra escrever uma única palavra.

(Como eu estava usando magia pra mudar o estado do meu alvo forçadamente aquilo foi uma «Repercussão»? Alterar o estado de um ser vivo que não eu parece produzir esse efeito. Escrever “Dormir” exigiu tamanho esforço. O que exigiria pra escrever “Morte”?…)

No momento em que ele pensa isso, sente um arrepio em sua espinha.

(Não, desde que eu tenha a imagem de “Morte” em minha mente, eu não devo receber uma  «Repercussão». Mesmo pra “Dormir”, mais que uma «Repercussão», pareceu apenas que era difícil de escrever. Parece que algumas palavras requerem um pouco de compensação. Eu imagino se palavras diferentes pedem compensações diferentes.)

Certo, uma «Repercussão» deveria trazer desastre a alguém. Dessa vez, a velocidade de escrita simplesmente caiu. Não parece ser uma «Repercussão».

(“Agulha” e “Duro” tem uma área de efeito de 4 tatami (6.61 m²). Não importa como eu tentasse imaginar o efeito, aquela área era o limite. Sempre há uma restrição. Então cada palavra têm sua própria restrição. Isso é tudo que eu preciso saber agora. E por enquanto…)

Hiiro anda até o Javali Vermelho adormecido. O efeito deve durar por 1 minuto, então ele deve acordar logo.

“Eu vou tomar sua vida agora.”

Ele tenta empurrar a  ‘Piercer’ através de sua corpo, mas é bem duro. Como esperado de um monstro rank S.

“Ha!”

Ele usa toda sua força, e finalmente a lamina atravessa a pele. O Javali Vermelho se convulsiona violentamente e finalmente perece.

Biiiiiiiiiiip. Um som que ele não ouve a algum tempo ecoa em sua cabeça, Hiiro checa seu status.

Hiiro Okamura

Lv 33

HP: 102/610
MP: 123/1290

EXP: 33089
NEXT: 4210

ATX: 216 (278)
DEF: 165 (180)
AGL: 301 (303)
HIT: 164 (172)
INT: 267 (271)

《Atributo Mágico》 Nenhum
《Magia》Magia das Palavras (Corrente Única Desbloqueada|Escrita Aérea Desbloqueada|Escrita Paralela Desbloqueada)

《Título》 Espectador Inocente, Viajante de Mundos, Mestre das Palavras, Desperto, Ceifador, Aquele que Imagina, Matador do Único, Babaca Gourmet, Aquele que Segue seu Próprio Caminho

Anúncios