Traduzido de UnlimitedNovelFailures

Capítulo 09: Encontro de Espadas

Ele estendeu  a lamina escrevendo “estender” nela, completamente ciente de que seu comprimento agora era a cerca de sete metros.
Entretanto, ninguém presente entendeu o que tinha acontecido naquela cena bizarra.
Hiro reverteu o efeito escrevendo “original”. A espada deslizou pra fora do braço do Vara pontuda com um *whoosh* e ele gemeu.
Ele derrubou sua espada por causa da dor intensa e seu braço tremia. Muito suor se acumulava em seu rosto.

“Para trás, pirralho.”
“N- Niichan… Po- Por que?” (Tl: Na versão em inglês está como Mister, mas no original como Niichan)
“Serei pago, então vou dar uma mão.”

Quando Hiiro falou de forma tão grosseira, Nies suspirou aliviado e levemente feliz.

“Qu- Quem é você, cara?”

Aturando a dor, Vara Pontuda gritou freneticamente enquanto arregalando seus olhos avermelhados.

“Eu não tenho que te responder. Até mais.”
“O q-!?”

Hiro pulou com uma velocidade incrível e o Vara Pontuda não pôde reagir. Então hiiro o cortou com sua espada.

“Toma isso.”

*SLAAAASH!*
Em um balanço, a lamina cortou de seu ombro esquerdo até seu lado direito, espirrando sangue por toda parte. Assim, Vara Pontuda caiu de joelhos e desmaiou no chão.

“Im… possível…”

Todo mundo pensou que ele estava morto tremendo com espasmos como se ainda estivesse vivo. Mas ele parecia estar completamente inconsciente. Nesse momento, o gordo careca pareceu finalmente notar que algo estava errado e saiu da loja.

“Ah… O que é isso? Por que meu Irmão está no chão?”
“Guarde as perguntas pra si mesmo.”

Dizendo isso, Hiiro mais uma vez pulou na direção dele em um instante e balançou sua espada como antes, mas *CREAAAK!*” ele foi parado por uns som metálico.

(Droga! Ele está vestindo uma chain mail.)

Apesar dele tê-lo cortado, ele não sentiu como se tivesse cortado o corpo. Em vez disso a sensação de resistência metálica ficou em sua mão.

“Mi- Minhas roupas. Como você se atreve?”

Quando o gordo careca disso isso, as roupas já despedaçadas rasgaram um pouco mais. Hiiro queria replicar o por que dele ter ficado bravo pelas roupas, mas ele tinha descoberto, que havia uma chain mail sob as roupas.
O gordo careca sacou sua espada de suas costas com um zumbido.

“Mhm~ Eu vou morrer se for atingido por aquilo diretamente, considerando meu equipamento.”

Com aquilo em mente, Hiiro tomou alguma distancia por enquanto.

“Eu, eu vou te transformar em carne moída.”
“Cale a boca, porco. Pode vir.”
“Grrrr!”

Gordo careca balançou sua espada com toda sua vontade. Como Hiiro sabia que ele havia mirado em sua cabeça, ele se esquivou agachando e cortou as pernas dele sem perder um momento. Mas teve aquele som metálico de novo.

“Ah cara, esse porco veste uma armadura de corpo todo? É imprecionante que ele consiga se mover por aí.”

Normalmente seria pesada de mais pra até mesmo andar. Mas apesar de seus movimentos serem lentos,
ele ainda conseguia se mover por aí, então ele deve ter uma força considerável.

“Mas não importa se ele não me acerta. Além disso, eu posso lutar assim também.”

Enquanto dizia isso, Hiiro guardou sua espada e brincou com seu oponente se movendo rápidamente.

“U- Uh, Onde? Onde ele está?”

Com sua velocidade tradicional, Hiiro tinha dava a volta até as costas dele. O oponente ainda estava olhando em volta encansavelmente procurando por ele.
Concentrando magia na ponta de seu dedo, ele escreveu uma palavra nas costas do gordo careca.
Depois de rapidamente tomar distancia, ele recitou ativar em sua mente, nesse instante a cara do gordo careca subitamente ficou vermelha e ele começou a rolar no chão.

“Q- Qu- Queeente? O q- O que é isso? Por que está tão quente?”

Ele estava se sentindo como se estivesse sendo grelhado no fogo. Além disso, seu corpo todo estava quente, não só suas costas.
Era uma sensação de como se estivesse sendo envolto por chamas. Não era algo que um humano poderia aguentar. A palavra escrita em suas costas era “aquecer”. Não estava no nível de água quente já que até mesmo derreteu a chain mail dele. A carne queimou com um chiado e cheiro de tostado ficou no ar.
Os aldeões ficaram estupefatos com o súbito colapso do gordo careca.

“Okay, tudo pronto.”

Olhando para o gordo careca, Hiiro deu um leve sorriso.

“Guh… Qu… Quente… O que… você fez?”
“Quem sabe? Você nunca vai descobrir gordo.”

Ele bateu na cara dele com toda sua vontade enquanto dizia aquilo.

“Gueh!”

Gordo careca perdeu a consciencia enquanto saia fumaça de seu corpo. Naquele momento, Hiiro ouvia um som familiar em sua cabeça.

(Oh, até esses caras dão EXP?)

Então ele foi até o vara pontuda e procurou nos bolsos dele.

“Ah, encontrei. Aqui.”

Dizendo isso, ele entregou para o chefe do vilarejo.

“Não venha chorar pra mim por isso de novo.”

Era a escritura do vilarejo.

“E chame o exército para levar esses caras embora. Eles não vão acordar por um tempo, mas amarrem eles direito.”
“Uh- Uhm…”

O chefe do vilarejo não tinha ideia do que estava acontecendo, gradualmente entendeu a situação atual e olhou para os dois derrotados mais uma vez, então sorriu.

“O- Ohh…”

And then…

“YAAAAY!”

Os esmagadores aplausos dos aldeões alcançou os ouvidos dele.  Hiiro murmurou “Tão barulhentos” com olho fechado, mas ninguém o ouviu.
O chefe do vilarejo pegou sua mão e o agradeceu em lágrimas.

“Obrigado! Muito obrigado!”
“Cl- Claro.”

Ele respondeu um pouco perplexo. Aí Panis veio também.

“V- Você é um aventureiro verdadeiramente notável.”
“Não faço ideia. Esses dois não são apenas muito fracos?”
“Não, não, Eles são conhecidos como os ‘Irmãos Harios’ e são aventureiros bem habilidosos. Embora com má fama.”

Ele acenou brevemente. Pra ser honesto, ele não estava interessado na história deles. Daí ele sentiu algo tocar de leve em suas pernas. Ele olhou, e Nies estava ali.

“Cara! Se você é tão forte, você podia ter nos ajudado desde o começo!”
“Hey, Nies!”

O chefe da vila o repreendeu. mas no instante seguinte, todo mundo se surpreendeu com o que Hiiro fez. Porque ele cutucou de leve a cabeça de Nies com uma batida.

“Aii! O que cê tá fazendo?”
“Eu te disse, eu não sou herói algum. Eu não ajudo pessoas de graça. O oyaji solicitou com uma recompensa dessa vez, então eu ajudei.”
“O qu…”
“De qualquer forma, foi só dessa vez.”
“O qu!?”

Ignorando Nies que estava emburrado, Hiiro mudou a conversa pra Panis. Desnecessário dizer, era sobre a recompensa.
“Agora, posso dar uma olhada na sua loja?”
“S- sim, claro.”

Panis deu um sorriso vazio olhando para Nies, que encarava Hiiro com olhos cheios de lágrimas e suas bochechas estufadas. O chefe do vilarejo até ofereceu suspender a taxa de sua estadia e ele aceitou com prazer.
Depois disso, ele foi em direção da loja do Panis, mas toda vez que ele cruzava com um aldeão, ele era agradecido. Mais cedo ele não era bem-vindo, mas agora ele era como um VIP.

(Tão intereceiros.)

Claro que ele podia relacionar-se, mas ele não tinha uma impressão favorável deles devido a súbita mudança de atitude deles.

“Essa é minha loja.”
“Oh, você também tem armaduras, não apenas armas.”

Olhando pela loja, ele grosseiramente checou os produtos.

“Então, você disse que iria me dar sua melhor arma, mas qual é ela?”
“Fufufufufu. Estou feliz que perguntou.”

A risada dele era um pouco irritante. Nem um pouco atrativa. Então ele foi pro fundo da loja e trouxe de volta uma única espada.

“É esta!”
“Oho.”
“É chamada ‘Piercer’.” (Tl: Perfurante/Furadora)

Parecia com uma espada japonesa e a lamina tinha o mesmo comprimento de uma. A única diferença era que a lamina era clara como gelo. Certamente era bonita de tirar o fôlego.

“É uma Katana especializada em perfurar. É um tipo de espada que foi originalmente criada por umas pessoas dos ‘Gabranth’. Diferente das espadas feitas pelos ‘Humas’ as quais focam em cortas com todas as forças, ela tem uma lamina afiada pra cortar suas presas com velocidade ao invés de força.”

Sendo um japonês, Hiiro sabia de tudo aquilo, mas ele se manteve quieto.

“Claro que eu garanto que a ‘Piercer’ é afiada, mas sua especialidade é atravessar. Como o nome implica. É uma Katana que pode perfurar qualquer coisa. Pode parecer que não, mas sem duvidas é forte.”
“Onde você conseguiu tal espada?”
“Através de algumas conexões. Eu a guardei com afeto até agora, já que eu pretendia fazer dela uma herança de família.”
“Estou surpreso por aqueles dois não terem pego-a”
“Duh, Eu a escondi no porão.”

Ele disse com orgulho enquanto colocava o peito pra fora. Deve ser bem importante pra ele.

“Eu posso mesmo pega-la? Quero dizer, é uma herança de família, certo? Em outras palavras, não está a venda. Eu achei que você fosse me dar algo da sua seleção.”

Como não estava à amostra na loja, Hiiro acho que não era um artigo pra venda.

“Bem, é uma pena, mas eu sinto que posso confia-la a você.”

“…Você não está me dando crédito de mais? Não é como se eu tivesse derrotado aqueles caras porque eu quis. Eu eu já disse pro pirralho, eu não sou um Herói.”
“Isso não importa.”
“Mh?”
“Você salvou esse vilarejo. Nós estamos incrivelmente agradecidos por isso, não importa como isso aconteceu.”

Hiiro olhou pra espada mais uma vez e por algum motivo ele sentiu que precisava segura-la.

“…Posso?”
“Claro, pegue.”
“Está bem, obrigado.”

Dizendo isso, ele aceitou a “Piercer”. Mesmo que ele tenha a tocado pela primeira vez, ela se prendeu a mão dele como se ele a sempre tivesse usado. Quando ele a colocou em sua cintura, servia perfeitamente outra vez. Seu rosto não intencionalmente se animou.
Como um homem japonês, era bem gratificante ter uma espada japonesa em sua cintura.

(Que descoberta de sorte)

Ele ganho um nível e encontrou uma boa espada, então ele não tinha do que reclamar. Depois que Panis o agradeceu novamente, ele deixou a loja e voltou para a estalagem já que não tinha mais nada pra fazer hoje.
Mas no caminho alguém estava bloqueando sua passagem.

“Niichan, tem um minuto?”

Era Nies. Ele ficou nervoso quando Hiiro deu um grande suspiro

“Por que você parece tão irritado?!”
“……Hah.”
“De novo!”

Hiiro queria dizer a ele pra não apontar pra outras pessoas, mas não acabaria nunca uma vez que ele começasse a dar atenção a ele, então ele queria terminar com isso logo.

“O que você quer pirralho?”
“Não me chame de pirralho! Eu já tenho sete!”
“É, um pirralho legitimo.”
“Gr~!”
“…Hah, Então, o que quer?”
“Me diga seu nome.”
“…Huh?”
“Seu nome! Meu pai me mandou perguntar”
“Seu pai? Quem é ele?”
“O chefe do vilarejo.”
“…Você é filho dele?”
“Fufu, de mais, né~”

Nies disse orgulhosamente, mas Hiiro não estava com nem um pouco de inveja.

“Ah, certo, certo. Realmente de mais~ Eu estou tão surpreso~ Muito legal~”
“………Você não acha isso de jeito nenhum.”
“Duh.”
“Você admitiu?”

Ele estava boquiaberto em choque, mas nesse ritmo isso iria realmente tomar muito tempo, então Hiiro relutantemente decidiu dizer seu nome a ele.
“Meu nome é Hiiro. Hiiro Okamura.” (Tl: Hiiro = 日色)
“Hero… Tão legal!” (Tl: ヒーロー = Hero, que em ingles significa herói e soa igual a Hiiro. Esse trocadilho continua ao longo da série toda.)
“Huh?”

Hiiro ficou confuso como ele não sabia por que os olhos de Nies brilharam de repente.

“Entendo~ Hero”
“…Eu não te entendo, mas você tem que relatar ao chefe do vilarejo, certo? Você não deveria estar indo?”
“Ah, certo! Papai está ocupado amarrando aqueles caras! Até mais, niichan!”
“Certo, certo.”

Nies partiu enquanto acenava com a mão energeticamente, então Hiiro pensou como seria bom ser jovem outra vez.
Embora ele mesmo não era delicado daquele jeito, e balançou sua cabeça. Apesar de tudo, ele ainda só tinha dezessete.
Então ele voltou para a estalagem e foi tratado como uma outra pessoa pelo gerente.
Lhe foi servido um jantar luxuoso sem ele pedir, e enquanto ele estava feliz por isso, ele pensou se sua personalidade tornou-se perturbada ao passo que ele ficou repugnado, então balançou a cabeça outra vez.
Depois de um tempo Nies apareceu junto ao chefe do vilarejo agora. O chefe aparentemente veio pra agradece-lo propriamente de novo como ele estava ocupado lhe dando com as consequências antes.
Como cada aldeão iria sufoca-lo com gratidão quando ele andava pelo vilarejo, Hiiro se isolou em seu quarto, já que achava isso irritante. Ele não estava nem um pouco cansado fisicamente, mas estava esgotado mentalmente.
Ele checou seu «Status» de novo.

Hiiro Okamura
Lvl 20
HP 320/320
MP 900/900
EXP 5672
NEXT 520
ATK 139 (200)
DEF 100 (115)
AGL 210 (212)
HIT 112 (120)
INT 189 (193)
≪Atributo Mágico≫ Nenhum
≪Magia≫ Magia das Palavras (Corrente Unica Destravada, Escrever no Ar Destravado)
≪Título≫ Espectador Inocente, Viajante de Mundos, Mestre das Palavras, Desperto, Seifador

Anúncios